Do Traduzindo o Juridiquês.

Na faculdade de Direito aprendemos que a lei é o resultado mais comum do processo de criação e de elaboração do Direito. Ela é obrigatória e imperativa, valendo para todos e não podendo ser derrogada pela vontade dos interessados.

Mas no Brasil as exceções parecem cada vez mais constituir a regra. Confiram a nota publicada no Ancelmo Gois, em O GLOBO:

Lançado com pompa por Lula, o Estatuto do Torcedor pode não valer para a Copa no Brasil. A medida que proíbe bebida alcoólica nos estádios choca-se com os interesses da Fifa, que tem uma cervejaria como patrocinadora do Mundial.

Brahmeiros…

A Fifa já avisou que, na Copa de 14, vai pedir a suspensão do Estatuto do Torcedor, sancionado com pompa, terça, por Lula. A entidade aplaude as boas intenções do Brasil, mas há no estatuto itens que ferem compromissos da Fifa.

É que…

O novo estatuto reforça, por exemplo, a lei que proíbe bebidas alcoólicas em estádios. Já a Fifa tem um contrato com a Budweiser (dos mesmos donos da Brahma) que obriga a venda de cerveja nos jogos.

____________________________

http://oglobo.globo.com/blogs/juridiques/posts/2010/08/10/a-lei-ideal-a-lei-brasileira-312119.asp

Anúncios